sefip - guia de recolhimento do fgts (versão 6.0)

O INSS acaba de aprovar a nova versão do Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), com vigência a partir da competência Fevereiro/2003. O sistema é o instrumento disponibilizado aos contribuintes para que cumpram a obrigação legal de entregar, mensalmente, a Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência SOcial (GFIP).

Juntamente com a versão 6.0 do aplicativo, a Previdência Social disponibiliza os novos manuais de preenchimento da GFIP e dos Formulários Retificadores (RDE, RDT e RRD - modelo 3). Com vinte alterações, entre elas a possibilidade de informações exclusivas de valores pagos a cooperativas de trabalho e também com dados de retenção, o novo modelo do Sefip foi desenvolvido em parceria com a Caixa Econômica Federal. Os contribuintes podem obter a nova versão do Sefip e os dois manuais nos sites www.mpas.gov.br e www.caixa.gov.br.

Mais de 800 mil empresas entregam mensalmente a GFIP. O documento tem duas finalidades distintas. Primeiro, permite o recolhimento do FGTS e, segundo, informa todos os fatos geradores de contribuições à Previdência Social, inclusive as remunerações dos trabalhadores, os valores devidos ao INSS, as condições de trabalho, entre outras. A partir das informações contidas na Guia, foi possível automatizar os benefícios concedidos aos segurados, o que se traduz em melhoria na qualidade do atendimento.

A GFIP da competência fevereiro deve ser entregue até o dia sete de março próximo, utilizando a nova versão. Não precisam entregar o documento os contribuintes individuais que não remuneram prestadores de serviço; segurados especiais; empregador doméstico que não optou pelo recolhimento do FGTS e órgãos públicos em relação aos seus servidores estatutários filiados ao regime próprio de previdencia. (RE/JEF).


Fonte:AgPrev - Agência de Notícias da Previdência .

Clique Aqui e acesse a nova versão da SEFIP 6.0