Institucional Consultoria Eletrônica

Geração de Emprego segundo Escolaridade


Publicada em 25/11/2019 às 16:00h 

Reduziu o número de trabalhadores com menos escolaridade e aumentou o número de trabalhadores com mais escolaridade

De acordo com a RAIS, em 2018, as faixas de escolaridade mais elevada registraram expansão no estoque de empregos, ao passo que as faixas com escolaridade mais baixa apresentaram retração em sua quantidade de vínculos empregatícios.

A escolaridade de Ensino Médio Completo apresentou o maior estoque de empregos (22,7 milhões, 48,8%), seguido pelo Superior Completo (10,7 milhões, 23%), Ensino Fundamental Incompleto (4,3 milhões, 9,3%), Fundamental Completo (4,2 milhões, 8,5%), Ensino Médio Incompleto (2,8 milhões, 6,1%) e Ensino Superior Incompleto (1,8 milhão, 4%).

Em comparação com 2017, a expansão do emprego concentrou-se no Superior Completo (+458 mil, +4,46%), Médio Completo (+367 mil, +1,64%), e no Superior Incompleto (+69 mil, +3,87%). A queda no estoque ocorreu principalmente na escolaridade Ensino Fundamental Completo (-287 mil, -6,77%), seguido pelo Fundamental Incompleto (-169 mil, -3,76%), Ensino Médio Incompleto (-86 mil, - 2,91%) e Analfabeto (-3 mil, -2,09%).

Fonte: ME/RAIS, com adaptações da M&M Assessoria Contábil


Gostou da matéria e quer continuar aumentando os seus conhecimentos com os nossos conteúdos?

Assine, gratuitamente, a nossa Newsletter Semanal M&M Flash, clicando no link a seguir:

https://www.mmcontabilidade.com.br/FormBoletim.aspx, e assim você acompanha as nossas atualizações em primeira mão!








Veja as matérias na seção 'Geração de Emprego'.
Telefone (51) 3349-5050
Vai para o topo da página Telefone: (51) 3349-5050